CEOlab

Mentoria sobre práticas avançadas de gestão

Para disseminar a boa governança e disciplinar sua execução por meio de mentoria, aconselhamento, interação direta e inspiradora junto a sócios, diretores e presidentes de empresas de qualquer tamanho, o engenheiro de produção Ronaldo Ramos fundou o CEOlab em 1º de maio de 2013. O executivo – conselheiro de administração, especialista em liderança e gestão de equipes – criou um laboratório no qual ideias, dúvidas e projetos são discutidos e testados antes de concretizados publicamente.

“A grande chave do exercício de liderar é provocar questionamentos sobre ações de outros grupos ou mesmo de superiores hierárquicos, gerando reconhecida credibilidade – seja técnica, emocional, estratégica ou na formação de alianças. O que leva tempo e requer abertura e humildade”, aponta Ronaldo Ramos.

No CEOlab, consultores e conselheiros de renomada carreira desenvolvem soluções sob medida para questões específicas de uma corporação. São executivos que compartilham suas experiências e métodos de trabalho multiculturais e multidisciplinares nos mais diversos campos de atuação nacional e internacional.

Governança & inspiração

No CEOlab o trabalho de mentoria tem apoio em três pilares:

1)   Diagnóstico, formulação e validação

O primeiro e mais relevante passo em direção à solução é a formulação do problema. Nesta fase várias ferramentas e processos são utilizados:

    — Estimular o mentorado com perguntas e reflexões que o levem ao diagnóstico e à causa raiz de uma questão ou desafio, seja de ordem política, técnica, comportamental ou de liderança;
    — Manter disciplina e foco para otimizar o uso de recursos;
    — Evitar gastos com tentativas de usar ferramentas conhecidas, preferidas e dominadas em zona de conforto, porém inadequadas;
    — Para identificar os melhores meios para a solução do problema, não restringimos nosso trabalho a receitas definidas “a priori”, preferindo alavancar o conhecimento por meio do compartilhamento de experiências entre os mentores;
    — Propor um olhar diferenciado para a empresa/organização, um olhar holístico e orgânico focalizando as discussões conforme a natureza das questões: se do âmbito dos recursos, ou dos processos ou das relações ou se da identidade do empreendimento/organização.

2)   Conversa investigativa, empática e respeitosa

Seres humanos têm histórias, expectativas e necessidades próprias que precisam ser entendidas com clareza e alinhadas ao momento da empresa, dos sócios e do CEO. A conexão do mentor com seus clientes e a mútua confiança são essenciais para o sucesso da mentoria.

O respeito às conquistas individuais e coletivas é um valor inegociável, pois nem todos querem as mesmas coisas. No caso de uma empresa familiar por exemplo, o fundador costuma ser uma fonte inesgotável de conhecimento e sabedoria que precisa continuar se desenvolvendo e que deve ser honrado de maneira clara e visível. Ele carrega a chama que manterá o negócio saudável e perene, seja na função que ocupa ou na transição para a sucessão. Já a dinâmica do relacionamento na mentoria e a visão de futuro e necessidades específicas podem variar e requerem do mentor ouvidos atentos para captar sinais importantes – novas habilidades necessárias para enfrentar novos tempos, novos mercados, novas expectativas, novas estruturas organizacionais?

3) Pensamento horizontal e experiência específica, transdisciplinar e transcultural

O mentor precisa ter experiência comprovada em posição de liderança, equivalente à do mentorado, principalmente na liderança e na gestão de equipes multidisciplinares e multiculturais, pois a mentoria precisa estar aliada à visão e aos processos – produção, finanças, estrutura legal e societária, stakeholders, novos modelos de negócios, mercados e relações internacionais. Construir consenso, ambiente colaborativo, motivar o desenvolvimento e permitir o pensamento “dentro e fora da caixa” é essencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>